Quem mandou matar Marielle?

Lágrimas de protesto

Eu choro
E para seu espanto eu choro
E choro por causa da sua risada
Choro pela sua cegueira
Que mesmo com os olhos abertos
Faz com que você não veja nada
Eu choro
Sim eu choro
Eu choro uma lágrima amarga
Choro pela sua falta de tato
Pelas sua mão que continua suja
Mesmo depois de lavada
Choro pelo ódio que você afaga
O mesmo ódio que fez Marielle Franco
Apenas por querer o bem
Ser brutalmente executada
Eu choro
Sim eu choro sem ser discreto
Pois se meu grito vem aos prantos
É porque cada lágrima traz um verso
Na real o que você pensa ser um choro
É um triste manifesto

Caio Magalhães – olulista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.